CONVITE: IV Seminário Bergson – Bergson, Deleuze e a Fenomenologia

Entre os dias 08 e 10 de agosto ocorrerá o IV Seminário Bergson, evento que conta com o apoio do PPGFIL-UFAL. O seminário Bergson ocorrerá este ano em formato online. O tema do seminário será Bergson, Deleuze e a Fenomenologia. As inscrições de ouvintes estarão abertas ao longo do seminário, obterão certificado aqueles ouvintes que assistirem ao menos 25% das palestras e comunicações.
Para maiores informações e inscrições, favor acessar o site do seminário: https://seminariobergson.webnode.page/
O canal do seminário Bergson no Youtube é o seguinte: https://www.youtube.com/c/SeminárioBergson
A programação segue abaixo:
Dia 08/08/22 (2ª feira)

15:30 MESA 1

Conferência de abertura:
Consciência, movimento e vida
Luís António Umbelino (Universidade de Coimbra)

19:00 MESA 2

Lançamento da tradução do livro A ideia de tempo, de Henri Bergson,
por Débora Morato Pinto (UFSCar)
Mediação: Bruno Rates

Dia 09/08/22 (3ª feira)

Sessões de Comunicação – Manhã

Sessão 1

8:00 – 8:30 Bergson e Husserl: Arte e Neutralização do Caráter Instrumental da Percepção
Warley Kelber Gusmão de Andrade (Doutorando em Filosofia/UFSCar)

8:30 – 9:00 Observações sobre a relação entre artista, sentidos e artes em Bergson
Yago Antonio de Oliveira Morais (Doutorando em Filosofia/UFSCar)

9:00 – 9:30 debate

Sessão 2

10:00 – 10:30 As imagens para a construção do riso cômico
Yago dos Santos Itaparica de Moraes (Mestrando em Filosofia/UFOP)

10:30 – 11:00 Mística, Criação e Democracia em Bergson
Natália Santos (Mestranda UNIFESP)

Sessões de Comunicação – Tarde

Sessão 3

14:00 -14:30 Sartre e Deleuze: divergências sobre a noção de campo transcendental
Fabrício Rodrigues Pizelli (Mestrando UFSCAR)

14:30 – 15:00 A tensão entre o horizonte de uma coincidência e o fato de uma distância: sobre a leitura de Barbaras acerca da presença de Bergson no projeto O visível e o invisível de Merleau-Ponty
Dani Barki Minkovicius (Doutorando FFLCH/USP)

15:00 – 15:30 debate

Sessão 4

16:00 – 16:30 – Uma leitura anti-fenomenológica do Grande Sertão Veredas, de Guimarães Rosa: considerações a partir de Gilles Deleuze e Henri Bergson
Alex Fabiano Correia Jardim (UNIMONTES/MG)

16:30 – 17:00 – Deleuze e a fenomenologia dos perceptos
Alisson Ramos de Souza (Doutorando UFSCar)

17:00 – 17:30 debate

19:00 – MESA 3

A diferença que faz um “di”: tempo, criação e novidade em Bergson e Deleuze
Fernando Monegalha (UFAL)

Uma ideia insuportável: a disjunção ver-falar e o tempo espacializado do cinema
Pablo Enrique Abraham Zunino (UFRB)

Dia 10/08/22 (4ª feira)

Sessões de comunicação – Manhã

Sessão 5

8:00 – 8:30 Materialidade e espacialidade como interrupção da duração: uma observação positiva da origem do espaço na filosofia de Henri Bergson
Sinomar Ferreira do Rio (UEMS)

8:30 – 9:00 Notas sobre o primeiro capítulo de Matéria e memória e a noção de intencionalidade
Heliakim Trevisan (Doutorando em Filosofia/UFSCar)

9:00 – 9:30 debate

Sessão 6

10:00 – 10:30 Considerações sobre a noção bergsoniana de polidez
Geovana da Paz Monteiro (UFRB)

10:30 – 11:00 Notas a partir do estudo e da tradução do discurso bergsoniano O bom senso e os estudos clássicos
Tarcísio Jorge Santos Pinto (UFJF) e Suleimane Alfa Bá (Mestrando UFJF)

11:00 – 11:30 debate

Sessões de comunicação – Tarde

Sessão 7

14:00 -14:30 Imagem e fenômeno: um comentário bergsônico à fenomenologia de Husserl
Evaldo Sampaio (UFC)

14:30 – 15:00 O problema da relação entre espírito e matéria para Bergson e as fontes dos jardins reais de Descartes
Maria Adriana Camargo Cappelo (UFPR)

15:00 – 15:30 debate

Sessão 8

16:00 – 16:30 Pode a intuição fundamentar um modo de vida?
Rodrigo Barros Gewehr (IP e PPGFIL/ UFAL)

16:30 – 17:00 Max Scheler leitor de Bergson: vida e espírito em “Tentativas de uma filosofia da vida” (1913)
Bruno Rates (Pós-Doutorado/FFLCH-USP)

17:00 – 17:30 debate

19:00 – MESA 4

Presença e campo transcendental: a filosofia de Bento Prado Jr
Simeão Donizeti Sass (UNIFESP-SP)

Consciência e matéria: Sartre e Deleuze intérpretes do primeiro capítulo de Matéria e memória
Silene Torres Marques (UFSCar)

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.