Núcleos e Laboratórios

Documento, Imagens e Narrativas (Cadastro CNPq 2003): 


    O grupo abarca atualmente duas linhas de pesquisa: 1. Historicidade, Narrativas e Metodologias que tem como proposta desenvolver ensaios analíticos, interpretativos e críticos dos diversos estilos historiográficos; 2. Memória Social, Representação e Informação que tem como objetivo mapear e identificar tipos de representação da memória social vinculados a cultura material e imaterial de Alagoas. Estabelecer interfaces entre a informação, a representação e a memória pessoal e coletiva. O Grupo tem contribuído de forma interdisciplinar com uma experiência epistemológica de pesquisa e ensino no âmbito dos cursos de História, Biblioteconomia, Ciências Sociais e Arquitetura. Atua na promoção de intercâmbios científicos e culturais; na participação e produção de eventos científicos e culturais; na fomentação da Memória Social e suas formas de preservação. Dentre suas projeções vislumbra-se a divulgação do conhecimento na área de Ciências Humanas em suas múltiplas formas midiáticas. 

Professores Vinculados: Arrisete Cleide de Lemos Costa, Maria de Lourdes Lima e Janaina Cardoso de Mello.  

Grupo de Estudos e Pesquisas em História, Gênero e Sexualidade (GEPHGS): 

     Nas últimas décadas, a história incorporou as categorias gênero (SCOTT, 1990; MATOS, 1998; PEDRO, 2005;) e sexualidade (RAGO, 2001; ALBUQUERQUE JUNIOR, 2007), nas análises historiográficas. Tais apropriações são efeitos de uma série de transformações político-sociais (movimentos feministas, negros, gays, lésbicos, trans, queer, etc.) e epistemológicas (história das mulheres e das relações de gênero; estudos pós-estruturalistas, pós-coloniais e queer, etc.), que, na oficina de Clio, se traduz na constituição de novos objetos, abordagens e problemáticas. O Grupo de Estudos e Pesquisas em História, Gênero e Sexualidade (GEPHGS), se insere nesse contexto de transformações político-epistemológicas e de renovação dos domínios da história. Dentre os objetivos do grupo estão: possibilitar discussões sobre gênero e sexualidade, que sirvam como ferramentas de pesquisa, ensino e extensão; promover estudos e pesquisas em torno do gênero e da sexualidade como categorias de análises históricas interseccionais; contribuir para a formação dos/das discentes, apresentando-lhes outras possibilidades de produção histórica. 

 Professore Associado: Elias Ferreira Veras 

Grupo de Estudos América Colonial (Cadastro CNPq 2008): 

    O grupo de pesquisa tem seus estudos voltados para investigação sobre as estruturas políticas, econômicas e culturais da América portuguesa. Preocupados com a compreensão da formação da elite, da constituição das redes clientelares, da instituição do corpus administrativo, das ações culturais e do desenvolvimento da político-econômica para os espaços coloniais; busca-se também trabalhar com a documentação, sobretudo em seu caráter de transcrição, visando à democratização de fontes em formatos digitais para futuros pesquisadores. Em termos geográficos, privilegia o estudo do território alagoano enquanto localidade subordinada à Capitania de Pernambuco. 

Professores vinculados: Gian Carlo de Melo Silva

Site: www.ufal-geac.com.br

História Social e Política (Cadastro CNPq 2008): 

    O grupo de Pesquisa tem seus estudos voltados para as investigações no campo do poder, das relações de trabalho, das ações políticas, dos conflitos sociais, da política externa brasileira, da história da esquerda (política e cultural), da história social do trabalho e das ações da esquerda católica no seu imaginário anti-comunista. O grupo debruça-se na documentação acolhida pelo Arquivo Público do Estado de Alagoas (APA) bem como em outros órgãos detentores de acervo no Estado. 

Professores vinculados: Osvaldo Batista Acioly Maciel, Ana Paula Palamartchuk, Michelle Reis de Macedo.

História Social do Crime (Cadastro CNPq 2010): 

    O grupo de Pesquisa tem seus estudos voltados para o entendimento das práticas de desordens cotidianas e criminais, tanto em seus aspectos rurais como citadinos; dos elementos componentes do comportamento do criminoso; o banditismo social; a história das prisões; a justiça e os crimes coloniais; gênero e criminalidade; a relação entre criminalidade e punição, entendidas em seu plano econômico, social, jurídico e simbólico; e a contextualização histórica das formas ritualística das ações criminais. O grupo possui relações de pesquisa com a Universidade Sapientia e Palermo (Itália), bem como com outras instituições portuguesas. 

Professor vinculado: Célia Nonata da Silva. 

Grupo de Estudos Medievais (Cadastro CNPq 2010): 

    O grupo de pesquisa tem seus estudos voltados para a reflexão sobre a cultura escrita e visual medieval europeia e africana, especialmente aquelas produzidas em códices. Analisa também as formas de transmissão e recepção desse material cultural nos aspectos formais, estruturais e de funcionamento, pensado não somente no seu contexto de produção, séculos V à XV, mas também numa perspectiva da longa duração, o que permite refletir sobre sua influência na cultura e na religiosidade da sociedade do nordeste brasileiro. 

Professoras vinculadas: Raquel de Fátima Parmegiani

 

Laboratório de História Afro-brasileira (Cadastro CNPq 2011): 

    O grupo de pesquisa tem seus estudos na área de História da África e História étnico-racial, cultural e social no Brasil e na diáspora africana. Suas linhas de pesquisa são: Idade Média Africana, que tem por objetivo estudar a África na Idade Média, destacando a influência do cristianismo coopta e do islamismo na região norte desse continente; e, Cultura e Poder, estudando as relações de poder, desenvolvimento e transformações histórico-culturais da população negra no Brasil e na Diáspora.

 

Professores Associados: Irinéia Maria Franco dos Santos e Flávia Maria de Carvalho.

 Site: https://sites.google.com/site/lahafro/.  

Laboratório Interdisciplinar de Estudos das Religiões (Cadastro CNPq 2012):

 

    O objetivo do laboratório é desenvolver pesquisas sobre religiões em diferentes temporalidades e espaços, numa perspectiva interdisciplinar. Sua atuação dá-se também na realização de atividades de extensão (eventos, cursos de aperfeiçoamento) estabelecendo redes com outros grupos em nível nacional e internacional. Além da divulgação em mídias eletrônicas da produção de seus membros e parceiros. 

 

Professores Associados: Irinéia Maria Franco dos Santos e Pedro Lima Vasconcellos.

 Site: http://sites.google.com/site/lierufal

Grupo de Estudos e Pesquisa em História, Sociedade e Cultura (Cadastro CNPq 2012):

A proposta deste grupo de estudo e de pesquisa é o de promover debates teóricos, atentando para as complexidades conceituais e dilemas metodológicos do fazer histórico e historiográfico, assim como, para a realidade do ensino, da pesquisa e da extensão no Campus do Sertão/UFAL e sua necessidade de (re)alimentar o diálogo interdisciplinar, intercultural, epistemológico e educacional. Dentro desta perspectiva, o grupo comporta três linhas de pesquisa: Arqueologia, meio ambiente e patrimônio histórico; Sociedade, cultura e poder; Representações, ensino, religiosidade, gênero e etnicidade.O grupo tem também como objetivos: a) Coletar, organizar e catalogar fontes – arqueológicas, escritas, visuais, orais e bibliográficas – que possam constituir um acervo, universal e acessível, tanto sobre o sertão e suas fronteiras como sobre o Brasil a partir da realidade empírica do Estado de Alagoas; b) Divulgar e publicar os resultados das pesquisas em eventos científicos de caráter local, nacional e internacional e através de periódicos, coletâneas e livros; c) Promover seminários de pesquisa e de extensão, agregando pesquisadores de áreas afins e estudantes de graduação e pós-graduação, assim como profissionais que atuam nas redes de ensino e a comunidade interessada; d) Fomentar o desenvolvimento de pesquisas no âmbito da graduação e da pós-graduação: especialização, mestrado e doutorado.

Professor Associado: José Vieira da Cruz

E-mail: gephisc@gmail.com

Blog: http://gephisc.blogspot.com.br/

Laboratório de Pesquisas e Práticas de Ensino de História – LAPPEHis  

 O Laboratório de Pesquisas e Práticas de Ensino de História é coordenado pela professora permanente do PPGH, Lídia Baumgarten. A proposta do LAPPEHis é instigar os discentes (pós-graduação e graduação) e professores da rede pública a elaborarem material didático e realizarem pesquisas. Trata-se de propiciar debates mais profundos sobre o ensino de História em articulação com as produções de pesquisa, apresentando possibilidades inovadoras e significativas de incorporar suas pesquisas ao ensino de História para a Educação Básica e de pensar a prática a partir das pesquisas-ação, definidas como pesquisa de “reflexão-ação-avaliação-(re)ação”. O objetivo é que os discentes e professores utilizem o material didático nas escolas da rede pública (aulas, projetos e estágios/Programa Residência Pedagógica/PIBID) e reflitam sobre as ações das práticas de ensino e seus resultados, como possibilidade de ressignificar o ensino de História por meio de novas práticas em sala de aula. Além disso, e tão importante quanto as ações e reflexões, são as atividades de socialização, que podem ocorrer com a elaboração de resumos, artigos científicos, comunicações, oficinas, minicursos a serem apresentados em eventos científicos regionais, nacionais e internacionais. Linhas de pesquisas do LAPPEHis: Memória, Diversidade Cultural e História de Alagoas; Aprendizagem Histórica: Metodologias, Linguagens e Fontes Históricas; Formação de Professores e Ensino de História. Temáticas de OrientaçãoFormação de Professores de História (inicial e continuada); Educação Histórica; Ensino de História e Estágio Supervisionado; Ensino de História: suas Metodologias, Linguagens e Fontes Históricas; Ensino de História e o Programa Residência Pedagógica; Currículos e Políticas Públicas; Livros Didáticos, entre outros. Podem ser pesquisados também, temas relacionados às Culturas Regionais do amplo Patrimônio Histórico e Cultural – material e imaterial do Estado de Alagoas: Grupos de Folclore (tais como Folguedo, Pastoril, Coco de Roda); Culinária e Pratos Típicos Regionais; Artesanato (bordados, trançados em palha, cerâmica); Temas sobre o Cotidiano e Modos de Viver e suas Representações: (Crenças, Hábitos, Costumes, Tradições, Trabalho, Lazer). O LAPPEHis tem organizado anualmente o Seminário Nacional de Ensino de História da UFAL, voltado para os nossos discentes (pós-graduação e graduação) e de outras instituições, inclusive de outros Estados, e o Curso de Formação Continuada e Colaborativa: “O Ensino de História e a Formação da Consciência Histórica de Professores e Alunos”, direcionado para os nossos discentes e professores da Rede Regular de Ensino (público e privado), contando com a participação e colaboração de professores da UFAL, da UNEAL e de outras instituições.

Professor Associado: Lídia Baumgarten